Quanto Rende 100 Reais na Renda Fixa?

Com a Selic em 12,75% ao ano, a renda fixa vem oferecendo ganhos acima do 1% ao mês. Considerando um cenário tão interessante, quanto rende 100 reais na renda fixa?

Investir desde cedo é algo importante. Ao poupar e investir desde cedo, a pessoa terá mais oportunidades no futuro.

Quanto Rende 100 Reais na Renda Fixa?

O dinheiro pode lhe abrir oportunidades. Dependendo dos objetivos do investidor, o mesmo pode até viver da renda proveniente de seus investimentos. Sendo que a renda fixa é uma classe de ativos que pode oferecer tal condição.

É possível ganhar dinheiro investindo 100 reais?

Sim, até mesmo com R$ 1,00, ou menos, já é possível ganhar dinheiro com a renda fixa. Há diversos bancos que oferecem o CDB (Certificado de Depósito Bancário) a partir de investimentos de R$ 1,00.

Como os bancos em geral oferecem o CDB com rentabilidade de 100% do CDI (taxa do Certificado de Depósito Interbancário), a rentabilidade fica em 12,65% ao ano.

Portanto, R$ 100,00 em um mês, vai render algo próximo dos R$ 1,054. Por se tratar de cifras “pequenas”, o valor de R$ 1,054 não parece ser muita coisa.

Mas, ao longo dos meses e dos anos, esse valor, junto de novos aportes, vai ganhando corpo e aumentando o valor do patrimônio.

Vale destacar que ainda há vários outros ativos dentro da renda fixa. Existem CDBs, por exemplo, que pagam 14% ao ano (taxa prefixada). Assim, a rentabilidade bruta pode alcançar os R$ 1,16 ao mês.

Os títulos que possuem rendimento atrelado ao IPCA chegaram a render mais de 15% em 2021 (considerando o IPCA de 2021 em 10,06% mais juros de 5%).  Em uma situação assim, a renda mensal, média, ficou por volta dos 1,25% ao mês, ou R$ 1,25.

Onde investir? 

Para determinar qual é o melhor investimento, a pessoa precisa fazer uma boa avaliação. Por exemplo: vamos supor que o investidor esteja disposto a construir uma reserva de emergência. Para tal, será necessário alocar os recursos em aplicações de alta liquidez e boa segurança.

Bons exemplos de investimentos que possuem tais características são: Tesouro Selic, CDB e fundos de renda fixa.

Já para os investidores que procuram mais rentabilidade, o foco deverá ser em títulos de prazo maior, com liquidez restrita ao vencimento.

Nesses casos, existem os CDBs, LCI (Letra de Crédito Imobiliário), LCA (Letra de Crédito do Agronegócio) e fundos de crédito privado.

Além do CDB atrelado ao CDI, ainda há os títulos prefixados e atrelados ao IPCA mais juros. As LCI e LCA também seguem os mesmos padrões dos CDBs. Mas diferente do CDB que possui retenção de IR, as LCI e LCA são isentas.

Como as LCI e LCA são isentas de IR, o mais interessante é focar em tais títulos para prazos menores de investimento.

Dificilmente o investidor vai encontrar uma LCI, ou LCA com prazo de vencimento superior a dois anos, por exemplo.

Portanto, essas letras, com vencimento mais curto, podem entregar ótima rentabilidade, devido à isenção de imposto.

Até porque, o IR retido é regressivo, dessa forma, quanto mais cedo vender um CDB, por exemplo, maior será a retenção de IR. No caso das LCI e LCA, não há retenção.

Para investimentos de prazo mais longo, os CDBs e LC (Letras Cambiais) surgem como boas opções.

Existem CDBs com duração de até 10 anos. Assim, o investidor pode comprar o título com uma boa rentabilidade e permanecer com ele por um longo tempo.

É claro que o risco é muito alto. Em 10 anos, muitas coisas podem acontecer. Mesmo com o FGC, o investidor precisa ficar atento para evitar que seja necessário utilizar a garantia.

As letras do Tesouro Direto, como o Tesouro IPCA e o Prefixado também podem ser acessadas com R$ 100,00.

Mas esses investimentos podem ser bem voláteis. Por isso, ao procurar letras do Tesouro, dê preferência a letras com vencimento curto. Quanto mais cedo for o vencimento, menos volatilidade a letra vai gerar.

Qual o melhor rendimento mensal?

Olhando todas as opções de investimento acessíveis a partir de R$ 100,00, o CDB, LC, LCI e LCA e as letras do Tesouro Direto são boas opções.

O investidor deve ficar atento às letras do Tesouro que possuem vencimento mais longo, uma vez que a volatilidade pode assustar.

Com relação ao CDB, LC, LCI e LCA, os títulos de vencimento mais longo vão entregar maiores rendimentos, mas serão mais arriscados.

Por isso, é interessante manter um foco em papéis de vencimento até dois anos. Se for para adquirir títulos mais longos, será preciso fazer uma boa avaliação, considerando a instituição que está emitindo o papel e a própria carteira do investidor.

No caso de investimentos mais arriscados (de vencimento mais longo), o mais interessante é diversificar e alocar poucos recursos.

Em CDBs, letras do Tesouro Selic e fundos de investimentos de Selic Simples, a rentabilidade média vai girar por volta dos 12,65% ao ano.

Para investimentos em CDBs, LCI, LCA e LC com prazos mais longos, os rendimentos podem chegar até os 120% do CDI.

Existem também títulos de renda fixa pagando taxas prefixadas de 14% ao ano. Outros investimentos atrelados ao IPCA mais juros, podem render taxas superiores ao IPCA+5% ao ano, por exemplo.

Com relação às letras do Tesouro Prefixadas, há títulos de vencimento mais longo pagando 12,5% ao ano, e letras do Tesouro IPCA entregando rendimentos de até IPCA+5,8% ao ano.

Simulação investindo 100 reais

Vamos simular os investimentos em um CDB que paga 100% do CDI. Como o CDI hoje está em 12,65%, os 100% do CDI, será o próprio rendimento de 12,65% ao ano.

Os R$ 100,00 aplicados durante um ano, vão render R$ 12,65. Após cinco anos, o rendimento total será de R$ 81,41.

Vale destacar que no CDB existe a retenção de imposto de renda sobre os ganhos. A tabela do IR é a seguinte:

  • Até 180 dias = alíquota de 22,5%;
  • De 181 a 360 dias = alíquota de 20%;
  • De 361 a 720 dias = alíquota de 17,5%;
  • Acima de 720 dias = alíquota de 15%.

Sendo assim, para o investimento de um ano, o lucro liquido ficaria em R$ 10,44. Já para o investimento de cinco anos o rendimento líquido é de R$ 69,20.

Se o investidor comprar LCI e LCA, com prazos de vencimento dentro de um ano, o rendimento médio ficará na casa dos 105% do CDI. O rendimento será de aproximadamente 13,28%.

Assim, uma aplicação de R$ 100,00, vai gerar um rendimento total de R$ 13,28. Sendo que esse rendimento já é líquido. Portanto, comparado ao CDB, as LCI e LCA de até um ano, são muito atraentes.

Qual o rendimento da renda fixa de 100 reais em um CDB com vencimento de cinco anos e taxa de 14% prefixada?

Os ganhos ficarão em R$ 92,54. Ao reter os 15% de IR, o lucro líquido ficará em R$ 78,66. Por último, vamos fazer a simulação de uma letra do Tesouro IPCA com vencimento em 2045.

Líquido de imposto de renda, os R$ 100,00 se tornam R$ 582,89 (nesse cálculo consideramos um IPCA de 3% ao ano).

Todas as opções de investimentos são boas. Mas cada um tem seu propósito e deve ser utilizada seguindo uma estratégia. 

Alguns títulos são mais interessantes para o curto prazo, outros mais vantajosos no longo. Antes de investir faça uma boa avaliação das instituições financeiras e dos riscos.

Conclusão

O rendimento de 100 reais na renda fixa pode não chamar muito atenção, mas, quando visto no longo prazo, a renda fixa se mostra uma ótima forma de acumular e rentabilizar o patrimônio.

Olhando os produtos de renda fixa, não são todos que se encaixam no perfil de R$ 100,00. Dentre as opções, aquelas que se encaixam são:

  • CDB, LC;
  • LCI e LCA;
  • Letras do Tesouro Direto;
  • E cotas dos mais variados fundos de renda fixa;

No curto prazo as LCI e LCA se mostram como os investimentos mais interessantes. Devido à isenção de IR, o ganho líquido é muito bom. Mesmo CDBs e demais títulos que possam oferecer taxas maiores, não conseguem bater as LCI e LCA, devido à retenção e IR.

Depois, para investimentos de prazo maior, as alternativas mais interessantes são os CDBs, LCs e letras do Tesouro, como o Tesouro IPCA.

O Tesouro IPCA em questão deve ser bem avaliado, porque a volatilidade pode assustar. Da mesma forma que dá para ganhar muito dinheiro com tais letras no curto prazo, o investidor também pode perder.

De qualquer forma, se o investidor permanecer com a letra até o vencimento, os ganhos podem ser recompensadores.

Para os CDBs e LC, os ganhos também são muito bons. Mas diferente das letras do Tesouro, não há tantas opções com vencimento tão longo. Por isso, CDBs e LCs com vencimento de até cinco anos, já se mostram bem rentáveis. Mas ainda sim, é importante fazer uma boa avaliação de risco.

Não comprometa o patrimônio em investimento muito longo se isso for concentrar muitos recursos.Agora você sabe quanto rende 100 reais na renda fixa? Ainda tem dúvidas? Então deixe uma pergunta ao final que já vamos lhe responder.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.