O Que é Plano de Investimento Pessoal?

Todas as pessoas que desejam começar a investir, ou querem melhorar seus investimentos, precisam de um plano de investimento pessoal.

O plano de investimento pessoal vai ajudar a conquistar seus objetivos, além de dar mais segurança aos seus investimentos e deixar a carteira mais organizada.

O Que é Plano de Investimento Pessoal?

É comum ver as pessoas poupando e investindo o dinheiro em diferentes ativos, sem que haja uma organização.

Para evitar esse tipo de situação e eventuais perdas, a melhor coisa a se fazer é construir um bom plano de investimento pessoal. Você quer conhecer mais sobre o plano de investimento pessoal? Acompanhe o nosso artigo.

Como funciona um plano de investimento pessoal?

O plano de investimento pessoal serve para dar direcionamento na carteira do investidor. Com uma direção, o investidor saberá quais ativos comprar e como organizar a carteira.

Não é difícil encontrar pessoas que vão investir nos ativos que aparecem na frente. A pessoa poupa R$ 500,00 e investe tudo em um CDB (Certificado de Depósito Bancário) de um banco pequeno.

Sobre mais R$ 500,00, investe tudo em fundos imobiliários. Assim, por diante. Quando a pessoa vai ver, o desempenho não está bom e existem inúmeros investimentos, mas nenhuma organização.

O plano de investimento pessoal vem para organizar a estratégia e dar um sentido à carteira. Com o intuito de definir um plano de investimento, a pessoa precisa traçar o objetivo da carteira.

O que a pessoa pretende com a carteira de investimentos? Quer conquistar a independência financeira? Pretende comprar um imóvel, quem sabe trocar de carro? Tudo isso deve ser analisado, e dependendo, pode ser transformado em objetivo.

Vamos supor que a pessoa definiu como objetivo a troca do carro. Para isso, será necessário conquistar R$ 70.000,00.

Com aportes de R$ 1.000,00 ao mês, o investidor levaria no mínimo 70 meses para conquistar tal valor.

Mas, a pessoa pretende conquistar os R$ 70.000,00, com 48 meses, ou quatro anos. Na hora de investir, a pessoa não quer correr riscos, e pretende comprar produtos de renda fixa.

Considerando que R$ 48.000,00 serão aportados e os outros R$ 22.000,00 virão em forma de rendimento, a renda fixa não é uma alternativa difícil.

Com uma taxa de juro alta, há diversos produtos que podem fazer parte da carteira da pessoa e vão ajudar na conquista dos 70 mil.

Agora se o investidor pretende correr mais riscos e investir em produtos de renda variável, os ganhos podem ser maiores, ou, não. 

Por se tratar de investimento em renda variável, a conquista do veículo novo poderia ficar um pouco mais longe.

A renda variável é um ótimo tipo de investimento, principalmente para aqueles que buscam investir por muito tempo e não tem uma data pré-estabelecida, por exemplo. 

Quando o foco está em prazos menores, contar com a rentabilidade da renda variável pode ser um problema.

Quais os objetivos de um plano de investimento pessoal?

O principal objetivo é oferecer um norte ao investidor e organizar a carteira. Com um bom plano de investimentos pessoal, alcançar objetivos vai se tornar algo mais fácil.

Por exemplo: um dos maiores sonhos de todos os brasileiros é a compra da casa nova. Existem inúmeras casas por valores na casa dos R$ 200.000,00.

Já pensou conseguir poupar, investir e conquistar os 200 mil? Com um bom plano de investimento pessoal, isso é possível.

Para conseguir o valor, será necessário conhecer o perfil do investidor além de quantos reais será possível poupar todos os meses.

Vamos supor que a pessoa consiga poupar R$ 1.100,00 e o perfil do investidor é moderado. Assim, a carteira poderá contar com produtos de renda fixa e variável. Além disso, o investidor pensa em comprar a casa em até 10 anos.

Portanto, há pelo menos 120 meses para juntar o dinheiro. Em 120 meses, o investidor terá poupado R$ 132.000,00. Sendo que os outros R$ 68 mil terão que surgir por meio dos rendimentos provenientes da carteira.

Assim, a renda variável será muito importante na construção da carteira. Investimentos como os ETFs, fundos imobiliários e ações vão ajudar bastante o investidor a alcançar o objetivo. Principalmente se os ganhos da renda variável forem acima da média. 

Como montar um plano de investimento pessoal?

Montar um plano de investimentos pessoal não é uma tarefa difícil. O investidor pode fazer isso respondendo algumas perguntas,  Segue os passos de como fazer um plano de investimento pessoal:

  • Qual é o objetivo da carteira de investimentos;
  • Qual é o perfil do investidor;
  • Quanto é o prazo limite para o investidor alcançar o objetivo;
  • Quais serão os valores dos aportes mensais;
  • Existe algum investimento inicial;

Ao responder esse questionamento, o investidor terá como construir seu plano de investimento pessoal.

Por exemplo: Vamos supor que o objetivo é conquistar uma renda de R$ 1.000,00 ao mês. Para isso, o investidor não quer demorar mais do que sete anos. O perfil do investidor é conservador, sendo que os aportes mensais serão de R$ 900,00.

Com esses dados, já é possível desenhar o plano. Dentro de sete anos, existem 84 meses. Assim, os R$ 900,00 mensais, vão gerar um patrimônio de R$ 75.600,00.

Considerando que um valor de R$ 120.000,00 já seria o suficiente para proporcionar uma renda de R$ 1.000,00 ao mês, o investidor precisa de mais R$ 44.400,00. Esse valor deverá surgir através dos rendimentos da carteira. 

Em sete anos, dá para conseguir alcançar o objetivo por meio da renda fixa. O investidor terá que comprar mais produtos de renda fixa de grau de risco maior, como CDBs de bancos pequenos.

LCI e LCA (Letras de Crédito Imobiliário e Letras de Crédito do Agronegócio) de instituições pequenas, também são boas opções.

Ao identificar quais serão os investimentos e como se dará a evolução da carteira, o plano se torna factível e todo o processo fica mais fácil.

Plano de investimento pessoal Suno

Se você tem dúvidas sobre como ter um plano de investimento pessoal, a Suno pode ter a resposta certa para você.

Com o Suno Wealth, você terá todo suporte necessário para desenvolver seu plano de investimentos.

Se você é uma pessoa que busca mais conhecimento sobre investimentos, mas não tem tempo para dedicar, o Suno Wealth pode ser a solução.

No site da Suno é possível preencher o cadastro e contratar o serviço. Após o cadastro, um especialista da Suno vai entrar em contato.

Com a confirmação da aquisição do produto, a Suno entrará em contato com o cliente para conhecer melhor e definir como será a personalização do serviço.

Depois da conversa, a equipe da Suno vai definir como será feita a estratégia de investimento. Definindo a estratégia, a equipe entra em contato com o cliente e compartilha as informações.

Por fim, a Suno vai acompanhar a evolução dos investimentos do cliente e vai combinar reuniões periódicas, para acompanhar a evolução da carteira.

Vale destacar que o serviço de assessoria da Suno possui um preço maior, em comparação aos demais produtos, como as assinaturas de relatórios.

Portanto, aqueles que vão contratar o serviço precisam fazer vale a pena o investimento na consultoria.

Sem dúvidas aqueles que procuram uma boa assessoria e querem colocar em prática um bom plano de investimentos, vão encontrar no Suno Wealth a solução.

Conclusão

Antes de definir qual será o plano de investimentos, a pessoa precisa saber o que é o plano de investimento pessoal.

O plano de investimentos pessoal é algo muito importante, que todos os investidores deveriam ter.

É através do plano de investimentos que a pessoa vai conhecer quais ativos comprar, qual será os aportes, qual é o objetivo e qual é o tempo, aproximado, que a pessoa levará para alcançar tais objetivos.

Com este “mapa da mina”, o investidor terá confiança e segurança para poupar e investir. A construção de um plano de investimentos não é algo difícil de ser feito.

O próprio investidor pode definir o seu plano, a partir da análise de alguns pontos, como o objetivo da carteira.

Ao traçar o objetivo, o plano começa a ganhar forma e o investidor pode definir outros pontos. Agora se a pessoa busca por ajuda profissional na construção do plano, a Suno pode ajudar.

A Suno é uma das maiores casas de research do Brasil e oferece o produto Suno Wealth. Por meio desse produto, uma equipe de profissionais faz uma consultoria junto ao investidor e ajuda a construir o plano de investimentos.

Desse modo, o plano é desenvolvido e posteriormente, o investidor terá a consultoria monitorando e acompanhando a evolução da carteira.

Você compreendeu como funciona o plano de investimento pessoal? Ainda tem dúvidas? Então deixe uma pergunta que já vamos lhe responder.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.