Como Funciona o Investimento em LCI e LCA?

As letras LCI e LCA são instrumentos de investimento muito interessantes e que rendem um bom dinheiro para aqueles que procuram alternativas conservadoras de investimento. Mas o investidor sabe como funciona o investimento em LCI e LCA?

Se ainda não, então acompanhe o nosso artigo e conheça melhor as letras de crédito.

Como Funciona o Investimento financeiro nas letras LCI e LCA?

O que é investimento em LCI e LCA?

A LCI (Letra de Crédito Imobiliário) e LCA (Letra de Crédito do Agronegócio) são letras oferecidas por instituições financeiras (como os bancos) para investidores que buscam alternativas rentáveis na renda fixa.

Ao comprar uma LCI ou LCA, o investidor está estimulando o crédito na área imobiliária ou do agronegócio.

Os recursos recebidos pelos bancos, em tais operações de investimento, são utilizados para linhas de crédito em tais áreas.

Desse modo, o mercado consegue estimular o investimento através da renda fixa, atraindo o capital mais conservador e incentivando áreas que possuem boa participação na economia nacional, como é o caso da área imobiliária e do agronegócio.

Por se tratar de letras que possuem um fim específico, é comum ver as instituições financeiras suspendendo a venda das letras e reabrindo a possibilidade de aquisição.

Isso acontece porque é comum os bancos “encherem seus estoques” com as LCI e LCA e assim, não há mais necessidade de captar recursos através das letras.

A grande vantagem das LCI e LCA está vinculada a isenção de imposto de renda. Praticamente todos os investimentos de renda fixa, como é o caso das letras do Tesouro Direto e do CDB, possuem retenção de IR na fonte, no momento do resgate.

O investidor conseguiu lucros com um CDB? Então em cima desses ganhos haverá a cobrança de IR que será compatível com a tabela regressiva do imposto.

Na melhor das hipóteses, o investidor permanece dois anos sem mexer na aplicação e assim, consegue alcançar a menor alíquota de IR, que é de 15%.

Já no investimento em LCI ou LCA não haverá o IR, portanto, não haverá o recolhimento de 15% sobre os ganhos. Desse modo, sobra mais dinheiro para o investidor, sendo que o prazo de vencimento da letra pode ser mais curto, uma vez que não haverá a retenção de imposto.

Em outras palavras, para investimentos de prazo mais curto, abaixo de dois anos, a LCI e a LCA se tornam muito mais atraentes.

Como funciona o LCI?

Ao procurar por LCI ou LCA, normalmente o investidor acaba achando mais LCI do que LCA. Porém, nos últimos anos, o agro vem ganhando mais força.

Atualmente já vem sendo mais fácil encontrar LCA sendo negociadas em plataformas de investimento.

Tanto a LCI quanto a LCA oferecem rendimentos e condições igualmente interessantes aos seus investidores.

A LCI e LCA possuem a garantia do FGC (Fundo Garantidor de Crédito). O FGC oferece garantia para investimentos de até R$ 250 mil reais, por CPF e instituição financeira.

Como funciona o LCA?

A LCA é bem similar a LCI, mas não é tão negociada no mercado. Ao menos, quando o investidor procura por opções de investimento isentas de IR, normalmente, o que mais aparece são as LCI.

Com a força do agronegócio, cada vez maior, é esperado que as LCA ganhassem mais força no mercado e isso pode gerar mais necessidade de capital por parte das instituições financeiras.

Havendo mais necessidade, as LCA vão aparecer cada vez mais em diferentes instituições. Uma boa estratégia é investir em LCI e LCA com vencimentos curtos e em diferentes bancos.

Desse modo, o investidor evita concentrar todo o seu investimento em somente um banco. Por outro lado, o vencimento mais próximo, dá a chance do investidor ter o dinheiro antes, dando condições de alocar os recursos em novos ativos, ou na manutenção da estratégia.

Qual a rentabilidade do LCI e LCA atualmente?

A rentabilidade da LCI e LCA varia bastante. Existem vários fatores que influenciam na rentabilidade de uma LCI e LCA.

Uma das variáveis é a instituição financeira. Bancos que precisam de mais capital, ou precisam aumentar seus estoques para oferecer novas linhas de crédito para área imobiliária ou do agronegócio, normalmente aumentam suas rentabilidades sobre as LCI e LCA, na tentativa de chamar a atenção dos investidores.

Portanto, os bancos menores, normalmente trabalham com taxas mais atraentes. É importante deixar claro que os bancos menores também oferecem riscos maiores, uma vez que são bancos com patrimônio baixo, muitas vezes com pouca liquidez, e isso pode ser altamente perigoso.

Antes de avaliar qualquer ponto do banco, é preciso saber se a instituição faz parte do FGC e oferece a proteção do fundo sobre os seus títulos de renda fixa.

Uma forma de verificar isso é acessando a página do FGC e procurando pela lista de bancos e instituições que fazem parte.

Ao tomar essas precauções, o investimento em LCA e LCI se tornará ainda mais tranquilo e rentável.

Lembre-se, uma vez que não há cobrança de IR nas letras, o prazo da mesma pode ser o mais curto possível. Quanto mais longo for o vencimento, maior terá que ser o rendimento oferecido.

CDI

Normalmente as LCI e LCA são oferecidas rendendo uma porcentagem do CDI (taxa de certificado de depósito interbancário).

A porcentagem do CDI vai depender da instituição financeira que está oferecendo a LCI ou LCA e do prazo de vencimento.

Quanto mais longo, maior é a rentabilidade. . Lembrando que o CDI normalmente possui um rendimento pouco inferior à Selic.

IPCA

Não são todas as instituições que oferecem LCI e LCA pagando IPCA mais juros prefixados. Mas é comum ver opções de LCI e LCA com tal rendimento.

Para aqueles que temem os efeitos da inflação, comprar uma LCI ou LCA pagando IPCA mais juros pode ser uma ótima alternativa.

É importante mencionar que há bancos que oferecem LCI atrelado ao IPCA pagando juros semestrais. Um bom exemplo é o banco Inter.

A instituição tem uma LCI atrelada ao IPCA pagando juros semestrais e com vencimento de três anos. Boa alternativa para aqueles que gostariam de construir uma fonte de renda.

Prefixado

Por último existe a opção de investir em LCI e LCA com juros prefixados. Essa opção é uma das melhores para aqueles momentos onde a taxa de juro está em queda.

Quando o BC está iniciando uma movimentação de redução dos juros, sustentado por uma inflação baixa, as letras prefixadas podem ser uma ótima solução para tentar fixar a rentabilidade.

O problema das prefixadas fica por conta dos momentos onde a taxa de juro está em alta e a inflação também.

Quando esse cenário acontece, é preciso ter bastante atenção para não comprar títulos com taxas “pequenas” e com possibilidade de ganhar menos do que o juro no momento e a inflação. Isso pode acontecer dependendo do prazo da letra e do rendimento oferecido.

Ao tentar achar o melhor investimento em LCI e LCA, o interessado precisa avaliar a instituição financeira, o prazo de vencimento da letra e qual é a taxa de rentabilidade da mesma. Se tudo fizer sentido, aí o investimento será melhor.

Conclusão

Ao analisar todos os ativos de renda fixa disponíveis no mercado, as LCI e LCA são as opções mais atraentes.

Com prazos mínimos de três a seis meses, as LCI e LCA contam com bons vencimentos e boa rentabilidade, talvez umas das melhores rentabilidades dentro da renda fixa.

Como não há retenção de imposto de renda, vale a pena investir em LCI e LCA de prazos mais curtos.

Desse modo, o dinheiro não fica muito tempo aplicado e a rentabilidade ainda será superior às opções mais seguras da renda fixa.

Caso o investidor for comprar um Tesouro Selic e realizar o resgate em menos de seis meses, a retenção de IR sobre os ganhos será de 22,5%. Portanto, se a rentabilidade é de 100% da Selic, no momento do resgate, o ganho será muito menor.

Já no caso da LCI ou LCA, não. Ainda mais se a letra oferecer 100% do CDI. Se a rentabilidade não fosse boa suficiente, ainda existe a proteção do FGC.

O fundo garantidor dá mais segurança aos investimentos em LCI e LCA. Em comparação a outras opções, como as CRI (Certificado de Recebíveis Imobiliários) e CRA (Certificado de Recebíveis do Agronegócio), as letras são mais seguras, uma vez que há o FGC.

E se tudo isso não for suficiente, ainda existem as diferentes rentabilidades que as letras podem oferecer.

Caso o investidor dê preferência ao CDI, há opções de letras atreladas ao CDI. Se o investidor está interessado no rendimento indexado ao IPCA também há opções e da mesma forma ocorre para os prefixados.Você compreendeu mais sobre como funciona o investimento em LCI e LCA? Não? Ainda tem dúvidas, então deixe uma pergunta ao final que já vamos lhe responder.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *