Os 7 Melhores Livros Sobre Economia em 2021

Aqueles que buscam mais conhecimento sobre o mercado financeiro, precisam de conhecimentos sobre economia. Nesse artigo, vamos analisar os melhores livros de economia.

A economia e as finanças pessoais estão interligadas. Se o investidor conhece um pouco mais sobre o sistema econômico e seus fundamentos, é possível analisar e traçar estratégias baseadas na realidade economia do país, ou mundial. Observando isso, é necessário que o investidor aprofunde seus conhecimentos em economia.

Melhores livros sobre economia para você ler

Imagem

Produto

Preço (R$)

1. A riqueza das nações - Adam Smith

✔️ Base para o sistema econômico

2. Rápido e devagar - Daniel Kahneman

✔️  Temas relevantes para o empreendimento

3. Por que as nações fracassam- Daron Acemoglu

✔️ Pode ajudar muito em decisões sobre investimentos

4. O Capital no Século XXI - Thomas Piketty

✔️ Foco na desigualdade social

7. 50 ideias de economia que você precisa conhecer - Edmund Conway

✔️  Melhor livro de economia para leigos

1. A riqueza das nações – Adam Smith

✔️ Base para o sistema econômico

A riqueza das nações é um dos melhores livros sobre economia. Adam Smith é tido por muitos, como uma das principais personalidades de referência quando o assunto é economia.

Na obra, o autor discorre sobre diversos temas relacionados à economia. Dentre os assuntos, a obra trata sobre o acúmulo de riqueza, divisão do trabalho e sistemas de economia.

Para aqueles que gostariam de compreender mais sobre aspectos econômicos e como eles influenciam nos investimentos, a riqueza das nações é uma ótima fonte de conhecimento.

2. Rápido e devagar – Daniel Kahneman

✔️  Temas relevantes para o empreendimento

Daniel Kahneman foi prêmio Nobel de economia em 2002. Na obra Rápido e Devagar, o autor trata de assuntos relacionados à percepção humana e sobre as emoções.

O mercado financeiro pode parecer extremamente exato, sendo um ambiente controlado por sistemas e números. Mas para tudo aquilo funcionar, existem humanos que fazem a tomada de decisão e que operam. Portanto, o negócio é todo tomado por emoções, muito mais do que pelos números, propriamente dito.

Observando isso, o livro Rápido e devagar do autor Kahneman é relevante para os estudos.

3. Por que as nações fracassam- Daron Acemoglu

✔️ Pode ajudar muito em decisões sobre investimentos

Uma das grandes dúvidas das pessoas está relacionada às políticas econômicas. Associado ao tema de economia surge outra grande dúvida: Porque existem países que prosperam e outros que não?

Porque os Estados Unidos consegue fazer incentivos de todas as formas, injetando bilhões de dólares no mercado, e o Brasil não pode fazer o mesmo porque logo o dólar sobe?

Essas dúvidas são relevantes e a compreensão do investidor sobre o tema pode ajudar muito em decisões sobre investimentos. Por isso, havendo a oportunidade, leia o livro: Por que as nações fracassam de Daron Acemoglu.

4. O Capital no Século XXI – Thomas Piketty

✔️ Foco na desigualdade social

Para algumas pessoas o capitalismo é perfeito, para outras, nem tanto. A desigualdade social é um dos produtos do capitalismo e isso foi o centro das pesquisas do autor Thomas Piketty.

Em o Capital, o autor traz os resultados de suas pesquisas envolvendo a desigualdade como uma dos produtos gerados pelo capitalismo.

5. Freakonomics: A Rogue Economist Explores the Hidden Side of Everything – Steven D Levitt

✔️  Ponte entre a economia e os investimentos

A relação entre a economia e os investimentos é uma das principais influências sobre o risco. Ao investir, a pessoa está se arriscando, e colocando em perigo os valores aplicados.

Mesmo para aqueles que compram letras do Tesouro, existem riscos. Por isso, é fundamental fazer essa ponte entre a economia e os investimentos. Através do livro Freakonomics: A Rogue Economist Explores the Hidden Side of Everything de Steven D Levitt, o leitor terá condições de elaborar uma estratégia melhor, e reduzir os riscos de sua carteira.

6. A ascensão do dinheiro: A história financeira do mundo – Niall Ferguson

✔️  Te ensina conhecer mais sobre o dinheiro

Na grande maioria, as pessoas investem porque elas buscam mais dinheiro. Mas você sabe, ou conhece a história do dinheiro? Se não, o livro A ascensão do dinheiro: A história financeira do mundo de Niall Ferguson é uma ótima opção de leitura.

Através da obra, o leitor vai conhecer mais sobre o dinheiro e porque o ser humano tem uma “obsessão” sobre o “pedaço de papel”.  

7. 50 ideias de economia que você precisa conhecer – Edmund Conway

✔️  Melhor livro de economia para leigos

A obra de Conway vai trazer muito conhecimento aos leitores sobre temas difíceis, como as crises econômicas e suas influências sobre os mercados. Sem dúvidas, o livro pode ser considerado, um dos melhores livros de economia para iniciantes.

Na crise hipotecária de 2008, você saberia o que fazer com o seu dinheiro, para proteger o mesmo e evitar a volatilidade? O que você fez no início da pandemia da COVID-19? Conseguiu minimizar toda volatilidade e ganhar dinheiro com a recuperação?

Se tudo isso não faz muito sentido, ou lhe gera dúvidas, o livro 50 ideias de economia que você precisa conhecer vai ser importante para você.

Como o assunto sobre economia é complexo, o livro de Conway acaba sendo o melhor livro de economia para leigos, dentre aqueles listados no artigo.

Porque ler um livro sobre economia?

Compreender o mínimo de economia vai ajudar a pessoa a entender um pouco mais sobre questões que afetam a todos nós.

O fato de o dólar estar subindo, pode sim impactar os preços dos combustíveis e do consumo. Desde a farinha até a aquisição de serviços podem sofrer com a alta do dólar.

Em uma situação assim, uma pessoa que já compreende mais de economia, pode dar prioridade aos gastos com alimentos e combustível. De repente, até aquele serviço de manutenção pode acontecer antes, visto que as tendências são de valorização do dólar.

Alterações na legislação e nas alíquotas dos impostos sempre acontecem também. Às vezes essas alterações são mais rápidas, outras, são um pouco mais lentas, mas sempre acontecem.

Vamos supor que o imposto de renda passe por alterações. Sendo que uma das principais mudanças será sobre a alíquota da declaração de ajuste anual.

Uma pessoa que já tem conhecimentos prévios sobre economia e os aspectos tributários do país, terá a possibilidade de planejar melhor, como vai fazer a declaração, quais são os valores que terão que ser pagos e quais alíquotas serão aplicadas.

Tudo isso, antes mesmo do fato acontecer, ou seja, a pessoa dificilmente será pega desprevenida.

Considerando os pontos citados, fica claro que ler sobre economia e compreender mais sobre o assunto é importante para a manutenção do parlamento familiar, regularização dos tributos e para investimentos também.

Ao entender mais sobre economia, eventos, como crises e recuperações econômicas, vão fazer mais sentido e vão proporcionar oportunidades ao investidor.

Em situações adversas, a pessoa terá conhecimento para determinar se vai investir em tal papel, ou não.

Reconhecer a situação econômica mundial e regional também é outro aspecto muito importante. Nem sempre o país onde você investe vai surfar nos ganhos que o mundo está empregado, por exemplo.

Em uma situação assim, o investidor pode diversificar a carteira alocando parte dos recursos em ativos no exterior e mantendo uma posição mais conservadora no país. Assim, os ganhos continuam acontecendo, mas com ajustes na carteira.

Como escolher o melhor livro sobre economia

A pessoa precisa escolher o livro que mais lhe interessa. No caso das obras citadas, o leitor precisa decidir por aquela que aparente ter o conteúdo mais interessante e que faça mais sentido para suas ambições.

Um livro que traz a evolução do dinheiro, ou que mostra as influências que a desigualdade social pode provocar na sociedade, para muitos, não interessa tanto.

Ao invés desses assuntos, a pessoa pode estar interessada em conhecer os efeitos que crises econômicas fazem sobre as finanças de um país, por exemplo.

Observando isso, o leitor precisa traçar uma linha de prioridades e escolher aquele livro que melhor se encaixa.

Objetivo financeiro

Uma das ferramentas para determinar qual livro ler primeiro é elencar as prioridades, dentre elas nós temos o objetivo financeiro.

Qual é o objetivo financeiro do leitor? Uma pessoa que busca construir uma reserva de emergência para determinados eventos vai precisar de certo conhecimento.

Já alguém que pretende construir um patrimônio grande suficiente para viver de renda, vai precisar dominar o assunto de economia com mais afinco.

Ao fazer essa comparação, fica mais claro que quanto mais longe a pessoa quer chegar, mais conhecimento é preciso agregar para conseguir alcançar os objetivos.

Perfil de investidor

O perfil do investidor é outro ponto bastante relevante na hora de definir qual livro dar prioridade na leitura.

Os investidores que tem um perfil mais conservador e que dão preferência mais a renda fixa, não têm tanta necessidade por buscar mais conhecimento relativo à economia.

A renda fixa naturalmente é representada por títulos como o Tesouro Selic, CDB, LCI e LCA, que por vezes são indexados ao CDI.

O CDI é uma taxa que segue de perto as oscilações da Selic e, portanto, não expira tanta preocupação. No curto prazo e longo, a volatilidade é mínima, sendo que os conservadores normalmente permanecem em opções com liquidez diária, fato que afasta ainda mais a possibilidade de volatilidade no curto prazo.

Já os investidores que possuem perfil mais arrojado e que procuram opções mais arriscadas, vão precisar aprofundar os conhecimentos em economia, uma vez que é necessário compreender alguns aspectos econômicos e suas influências sobre o mercado financeiro.

Por fim, nós temos o perfil moderado. Aqueles que não possuem ações, mas investem em fundos multimercado e continuam tendo grande exposição à renda fixa precisam buscar um pouco mais de conhecimento sobre economia, com o intuito de aperfeiçoar a estratégia.

Inclusive os investidores conservadores também precisam procurar conhecimento referente à economia.

Mas, se o objetivo do investidor é se aprofundar no mercado, a economia será algo fundamental para tomada de decisão.

Perguntas frequentes

Como aprender sobre economia?

O conhecimento absorvido por meio dos livros é algo que pode ser feito. Vale destacar que economia também é um curso que muitas faculdades e universidades oferecem.
Por isso, se a pessoa busca conhecer melhor o funcionamento da economia e seus fundamentos para utilizar em seus investimentos, a leitura pode ajudar e resolver essa necessidade.
Para aqueles que buscam mais do que isso, a faculdade ou universidade são as melhores soluções.

Onde investir em ações?

No Brasil, aqueles que procuram investir em ações precisam operar por meio de uma corretora de valores mobiliários.
Para conseguir acesso a bolsa, somente por meio de uma corretora devidamente credenciada. No ambiente de bolsa, os investidores podem negociar a compra ou venda de diversos ativos.
Além das ações, há negociações de commodities, contratos futuros, fundos imobiliários, debêntures, ETF, entre outros.

Onde comprar ações de boas empresas?

A bolsa de valores, ou B3, é o lugar que proporciona a interação entre todos os investidores de mercado de capitais no Brasil.
Para encontrar boas empresas dentro da bolsa, o investidor precisa assinar algum relatório de análise de alguma empresa de research, ou fazer análise das empresas listadas.
Vale destacar que todas as empresas listadas na bolsa, divulgam seus dados financeiros, por meio de balanços a cada trimestre.
Portanto, informação é algo que não falta. O que o investidor precisa fazer, é compreender como analisar um balanço.

Quanto rende 200 mil em fundos imobiliários?

Olhando uma média dos pagamentos de alguns dos principais fundos imobiliários, o rendimento está próximo dos 9% ao ano.
Isso significa que o valor de R$ 200 mil investidos em FII, pode render algo próximo a R$ 18.000,00 ao ano, ou R$ 1.500,00 ao mês.

O que é dividend yield?

O dividend yield é uma das métricas utilizadas para análise de investimentos, principalmente para descobrir quais são as melhores empresas pagadoras de dividendos.
Aquelas companhias que apuram lucro em um período têm como alternativa, distribuir seus lucros aos seus acionistas.
Portanto, todos os acionistas da empresa vão receber de forma proporcional os lucros da companhia.
O valor da distribuição por ação é o dividend yield. Ou seja, uma firma que possui um valor de mercado de R$ 10,00 a ação e vai distribuir por ação, R$ 1,00, tem um dividend yield de 10%.
Portanto, o dividend yield é influenciado tanto pelo valor da ação no mercado quanto pelas distribuições que a própria empresa paga.

Conclusão: qual melhor livro sobre economia

O livro clássico de Adam Smith pode ser considerado melhor uma vez que a obra traz conteúdo que continua sendo atual, mesmo sendo um livro tão antigo.

Além de um dos melhores, a riqueza das nações pode ser considerada um dos melhores livros para entender economia.

O capital é outro livro que é interessante e merece atenção, uma vez que a desigualdade social é algo que aflige o mundo e vem crescendo com o passar do tempo.

As pessoas podem não passar fome, mas vem crescendo a disparidade entre aqueles que têm muito, e a grande maioria que tem pouco.

De qualquer forma, os sete livros destacados no artigo são relevantes e tem muito conteúdo para ajudar os investidores, principalmente no conhecimento sobre economia.

Você concorda com a lista dos melhores livros de economia? Tem dúvidas? Sugestões? Então deixe um comentário ao final que já vamos lhe responder. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *